BADPorn Pesquisa – Você não está sozinho nessa!

Aqui no BADPorn, há referências simples e abrangentes sobre os dependentes. E para que você possa entender melhor a natureza desse vício, este post vem com uma proposta diferente.

Abaixo há um questionário com 20 perguntas focadas no tema principal. A idéia é que os interessados respondam o que quiserem no campo de comentários.

As respostas dessas questões ficarão expostas ao público neste artigo. Isso permitirá que você e outros dependentes observem as diversas formas da manifestação do problema.

Venha responder, para que todos possam ter uma noção mais aproximada da realidade dos níveis desse vício, e criar meios para analisá-lo e controlá-lo.

O seu comentário servirá como referência para divulgar a causa e como material para quem se interessa pelo assunto.

A participação é voluntária e o seu anonimato depende das suas palavras.

Esta é uma iniciativa meramente solidária, fraterna e altruísta, sem qualquer tipo de finalidade lucrativa, materialista e egoísta.

Se não quiser fazer a pesquisa, responda as perguntas para si mesmo. Vai ser bem interessante.

A Pesquisa

1- Idade e sexo.

2- Tempo estimado de vício durante a vida.

3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?

4- Masturba-se somente com pornografia?

5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?

6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?

7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?

8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?

9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?

10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?

11- Considera-se apegado ao material pornográfico?

12- Já tentou parar? O que te levou a isso?

13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?

14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?

15- Que malefícios esse vício trouxe para você?

16- Quais são os seus planos para combater a dependência?

17- Consegue se controlar? Há quanto tempo? 

18- O que faz para controlar seus impulsos?

19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?

20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?

 

Caso queira participar, sinta-se à vontade para responder da maneira como desejar.

 

BADPorn agradece e te deseja uma grande vitória!

 

 No campo de comentário, há dois exemplos para você se inspirar.
Sugestão: Copie as perguntas e cole no campo de comentários para facilitar a criação das suas respostas!

54 comentários sobre “BADPorn Pesquisa – Você não está sozinho nessa!

  1. EXEMPLO 1

    1- 25, homem
    2- Dez anos
    3- De casa. Sim
    4- Não
    5- Média de 15 minutos por mês, sendo três horas e meia por mês.
    6- Basta passar a mão involuntariamente no meu pênis que logo me sinto a vontade para abrir pornografia.
    7- Que preciso escolher o melhor vídeo, que nada do que acho importa.
    8- Raiva, angústia, culpa
    9- Sim, infelizmente. Não sei se foi a pornografia, mas já fiz algumas besteiras.
    10- Não, mas já traí para me vingar da namorada.
    11- Sim, tenho muitos vídeos guardados, mas busco sempre novos.
    12- Já, por causa do que sinto quando encerro a sessão pornô.
    13- Muitas. Mas hoje a situação está melhor.
    14- Ninguém. Não me sinto a vontade para falar do assunto.
    15- O sexo mais leve, com suavidade, está mais longe da minha realidade
    16- Auto controle e pensamento firme.
    17- Mais do que antes. Antigamente gastava uma hora. Hoje, quinze minutos.
    18- Evito ficar usando o computador sem ter um objetivo fixo.
    19- Eu me sinto melhor, mais calmo. Acho que daqui pra frente vai ser cada vez melhor.
    20- Uma ferramenta sexual. Espero que um dia ela seja apenas um aperitivo antes do jantar.

  2. EXEMPLO 2

    1- Idade e sexo.
    32, mulher
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    5 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    De casa, sim.
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não, mas ultimamente sim.
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Uma hora por dia, sete na semana.
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Não sei, de repente sinto um desejo e corro para o computador.
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Que tudo está ótimo, que tudo está bom.
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Remorso, frustração
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Não. Tenho novas vontades, mas não acho que foi por causa disso.
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Tenho e não penso em traí-lo.
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Não, mas estou pensando em mudar de opinião.
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Muitas vezes. Fiquei cismada quando comecei a pensar em sexo mais do que o “normal”.
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Várias vezes. Acho difícil controlar o impulso. Eu ainda sofro, mas já me sinto melhor.
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Minha irmã, que geralmente me ouve. Eu contei para saber o que ela achava.
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Perda de tempo e energia. Fico esperando angustiada pelo fim das preliminares.
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Deixar de acessar os vídeos. Acho que isso é o pior.
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Consigo. Era bem pior que hoje.
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Exercícios, leitura, cinema, namoro, tratamento espiritual etc.
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Eu me sinto mais leve. No futuro pretendo nem sequer sentir necessidade de pensar que pornografia existe.
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Uma amiga invejosa. Ela te leva na onda e depois te deixa numa pior.

  3. 1- Idade e sexo.
    25/M

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    8 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Casa. Sim.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não. Sem ver nada também.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Uma hora.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Descontrole em não conseguir não iniciar. Queda da resistência mental e espiritual.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Desejo e um eco de arrependimento concomitante.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Tristeza, desânimo.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Não.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Não.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Em poucos períodos, somente quando tenho recaídas.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim. Necessidade de sentir paz.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim. Falta de vigilância. Reergui e recaí várias vezes.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Sim. Faço sessões de psicanálise, me abri com a profissional.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Muitos. O primeiro de todos é o sentimento de indignidade. O segundo é o aumento do desejo sexual e a ciência de que eles parecem adquirir a tendência de se tornarem cada vez mais espúrios e sujos.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Adquirir algum tipo de hábito durante meus tempos livres e, quando necessário, me antecipar e masturbar antes do começo da formação das idéias ruins.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Consigo por algumas semanas, daí recaio. Recomeço, passo algumas semanas sem ver nada e recaio de novo.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Banheiro.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Que minha própria mente não deseje mais, ou, se vierem os pensamentos, que eu consiga me lembrar do quão sujo e prejudicial estas coisas são para mim, e também para outras pessoas, utilizando isso como argumento pessoal de combate e vitória contra o vício.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Ela representa sujeira, humilhação das mulheres, tráfico e escravidão sexual, obra satânica, infidelidade sentimental mental, dentre outras coisas.

  4. 1- Idade e sexo.
    23/M

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    6 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Acessava de casa, masturbava

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não, atualmente somente sem pornografia

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Meu tempo de sessão de masturbação qdo existia visualização era de cerca de 8 horas por semana.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    O alto prazer que a sessão pornô propiciava

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Passava, a busca pelo melhor video, ou melhor foto, ou melhor personagem da pornografia.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Eu sentia uma grande dose de culpa, arrependimento, tristeza, vontade de sumir, fraqueza..

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    A pornografia não me deixava olhar para aquelas pessoas que me atraiam simplismente com olhos de admiração, vinham juntos desejos de atração, vontade de ficar muito próximo e principalmente beijar.
    Me fazia também ficar olhando pessoas que vendiam seu corpo na rua, mesmo que nunca tenha me entregado a elas.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Namoro e não traio.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Considero-me altamente atraído por ela, mas graças a Deus não mais apegado.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Já por várias vezes, o sentimento de culpa, a percepção de ser um vício, tentava reduzir aos poucos, vendi minha webcam, dava valor a outras coisas, mas não adiantava, até que conheci este site e finalmente consegui parar de vez.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Desde q conheci o site, uma recaída com pornografia e masturbação, e 2 recaídas apenas com pornografia sem masturbação.
    A atração é muito forte.
    Sempre consegui me reerguer, sempre que tenho vontade hoje em dia venho ao site BadPorno e leio algo. Hoje mesmo tive vontade e estou escrevendo isso.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Alguns amigos mais próximos, porque por recomendação do site é importante que a gente se abra para termos uma melhor idéia do nosso problema, e o mais impressionante é que eles não soh me apoiaram como tb tinham duvidas se estavam viciados. Aew tentei ajuda-los e também me abrir me ajudou a perceber que não era legal o que eu fazia.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Provas e trabalhos mal feitos, muito tempo perdido,busca infinita por ser tão perfeito qto os modelos, tanto fisicamente qto em performace.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Rezar sempre, não devemos ter vergonha de rezar, seja por que Deus for, porque quando fazemos uma coisa da qual temos vergonha até de Deus temos vergonha de rezar. Mas é importante rezar, pq Ele já sabe o que vc fez, agora resta vc pedir ajuda, pq vc precisa. No caso você sou eu ehhehe

    Sempre que tenho vontade de acessar pornografia e a votnade é forte também vou ao banheiro e me masturbo.

    Não me permito ficar a toa no computador, sempre com algo para fazer. “Cabeça vazia, oficina do diabo”

    Entro no site BadPorn e leio os textos que ainda não li.

    Estou usando filmes como novo hobby ehehhe, isso tb é importante.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Hoje consigo me controlar, cerca de 4 meses.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Já respondido na questão 16.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Nossa ow.. é incrível a sensação plena de estar sobre controle, vc controla vc, não mais seu corpo te controla, as vezes fico triste por não poder ver as novidades, mas sempre vão existir e é bobagem querer ve-las, porque sinto leveza, tranquilidade, nossa é como vc comparar uma paixão de adolescente com o amor de mãe..

    A pornografia é a paixão de adolescente, é maravilhosa, mas é uma ilusão, e quanto mais se bebe dela mais sede se tem.

    Com relação a ficar sem ela é como ter o amor de mãe, ela não é tão arrebatadora quanto a paixão, mas ela é verdadeira e é o que te sustenta quando precisa.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    A pornografia representa para mim uma ferramenta utilizada por marketeiros para fazer dinheiro e que usam da ignorância e da fraqueza humana para fazer dinheiro, mesmo nos sites grátis a propaganda ali dá retorno.

    É um inimigo vencido, mas que rosna sempre que dou vazão.. Mas está sobre controle.

    Muito obrigado criadores e colaboradores do site.

    Espero que conitinuem com o trabalho maravilhoso desenvolvido aqui.

    Que Deus os ilumine agora e sempre!

  5. 1- Idade e sexo.
    21 Anos e Sexo Masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    8 anos e meio.

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    No quarto de casa. Sim, na maioria das vezes algumas vezes na sala.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Na maior parte das vezes sim, quando não as imagens que vem na cabeça são com relação a ela.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    2 à 3 horas, no total da semana umas 12 horas.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    No inicio era a curiosidade aquela pressão dos amigos falando para você ver aquele filme, aquela revista enfim hoje em dia qualquer estimulo seja ver uma mulher bonita na rua ou na tv, ou as vezes as imagens que ficam na sua cabeça.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    É como se eu estivesse descarregando todas as minhas angustias naquela situação, naquele momento.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    No inicio do vicio culpa e uma sensação de vazio, hoje parece que eu cumpri uma obrigação minha.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Sou virgem, encalhado e não namoro há uns 5 anos, e minha conduta sexual é totalmente distorcida, pois não me enxergo capaz de conseguir ter uma companheira e estou enterrado nesse mundo da pornografia.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Não

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Totalmente é como se tomasse conta de toda a minha vida.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Muitas vezes, a perturbação, as imagens fortes que ficam na sua mente e a sensação de se afundar na lama.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sempre, algum abalo do dia a dia, alguma briga enfim, tudo que te diminui acaba por fazer eu voltar a esse mundo.
    Algumas vezes eu me reergo, mas já são tantas lutas que eu as vezes até desisto de tentar novamente.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Não, tenho muito medo de contar para alguém, pois temo ser taxado.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Vários, perturbações mentais, poucas horas de sono, isolamento social, tristeza, inicio de depressão.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Já tive vários, hoje não sei o que fazer, só rezando muito para acabar com isso.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    No dia a dia sim, mas se eu ver algo que me estimule quando fico sozinho no quarto acabo consumindo o ato.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Tento pensar em outras coisas, rezar, pedir muito a Deus, mas não é fácil.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Espero voltar a ser como eu era a 8 anos atrás com controle, sob a minha rotina e minha vida.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Um meio de se ganhar dinheiro fácil, explorando pessoas que são marginalizadas pela sociedade e acabam aderindo e se sentindo como somente um pedaço de carne e acabando com vidas de pessoas as afundando na solidão e na angustia suprema.
    Hoje ela é infelizmente algo que está cada vez mais avançando rumo a aceitação total da sociedade, pois é taxado como diversão e algo inofensivo, só quem é acometido desse mal sabe o que ela é capaz.

  6. Idade e sexo- 37 anos, masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida – 16 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local-acesso pela internet e me masturbo sim.

    4- Masturba-se somente com pornografia? Não, Chat, fone etc.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana – umas 10 horas

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô? Gosto de fantasiar, me vendo nas cenas.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô – excitação

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica – vazio, cansaço, frustração.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual? Sim, mas nem todas as condutas acima, uma vez que já passou na minha mente, mas felizmente nao

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Sim,sou casado e nunca traí.
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico? Sim e muito

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso? Já tentei parar, mas não consigo

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas? Várias recaídas, hj mesmo, por exemplo.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê? Não, é um vício secreto

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você? sempre traz. Cansaço, perda de concentração, queda de produtividade.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência? Quero seguir as dicas do site.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo? Nao consigo

    18- O que faz para controlar seus impulsos? Tento não pensar e não vê a pornografia, mas tudo me erotiza, um video, a capa de um dvd, internet etc.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle? Ficar bem, reencontrar o equilibrio que tinha quando criança

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve . representar hoje? representa algo importante pra mim, mas hj já vejo como algo a ser combatido. Conto com a ajuda dos companheiros. Muita Paz a todos.

  7. 1- Idade e sexo.
    homem, 25
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    10 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    em casa. sim.
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    não..
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    5 minutos. em torno de 40 minutos
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    conversa erótica com a namorada, tesão matinal ou dificuldades para dormir.
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    sexo com a minha namorada
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    alívio e uma certa vergonha, às vezes
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    não, nunca
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    tenho. não traio
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    um pouco
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    nunca tentei, mas já parei por longos períodos sem grande esforço
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    como assim?
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    alguns amigos. porque esse é um assunto corriqueiro
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    falta de energia e concentração em períodos de uso mais intenso e indiscriminado
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    nenhum.
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    consigo, mas não me esforço muito.
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    nada.
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    aprecio certos aspectos da pornografia, principalmente por alimentar a imaginação quando estou longe da namorada.
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    representa uma contrapartida visual de certas “saudades” que sinto.

  8. 1- Idade e sexo.
    22 – Masc

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    5 anos…

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    No meu quarto. Sim.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Maioria das vezes…

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    25 minutos. 10h semana.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Tédio, ansiedade, raiva.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    “Queria que tivesse alguém me desejando”.
    “Como ela é bonita”.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Insatisfeito ainda.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Já desvalorizei algumas pessoas pela aparência e falta de performance sexual.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Namoro. Não traí. (provavelmente em vez de trair trocaria de pessoa)

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Já fui mais apegado. É muito ver e apagar. (mas considero preocupante ser capaz de reconhecer algumas atrizes)

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim. Início de namoro e expectativas em relação a vida sexual com a pessoa.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim. Minhas expectativas não foram atendidas. Não realmente.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Acho que as namoradas sabiam em algum grau.
    Consideram isso vício em sexo.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Meus relacionamentos são complicados e costumam acabar por conta de sexo.
    Não consigo ficar a vontade em situações que não levam a sexo.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Parar com a pornografia de vez.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Já tive períodos de 1 mês sem pornografia no passado. Estou sóbrio a dois dias.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Lembro que quero parar de ver pornografia.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Não tenho a menor idéia… Espero que consiga ter uma vida sexual mais saudável e proveitosa.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    É um produto, algo a venda.

  9. 1- Idade e sexo.

    26 anos masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.

    aproximadamente 13 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?

    de casa sim

    4- Masturba-se somente com pornografia?

    não

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?

    varia muito. não tem como precisar

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?

    abstinência mesmo. vontade incontrolável

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?

    nada de bom.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?

    por muitas vezes culpa e sensação de incapacidade.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?

    não.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?

    sou casado. não.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?

    não apegado não geralmente depois de consumir destruo todo material

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?

    já. curiosidade de adolescente.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?

    várias. estou vivendo a pior delas nesses ultimos dias.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?

    não. as pessoas q me cercam não entenderiam

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?

    sofro por não conseguir parar é uma tortura interior

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?

    não tenho um plano. gostaria de ter um amigo com quem podesse me abrir diariamente.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?

    não.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?

    as vezes desligo o computador e saio. só as vezes.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?

    quando eu conseguir parar de vez.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?

    representa satisfação momentânea deveria representar um mal q me atrapalha por q me atrapalha muito.

  10. 1- 34, masculino.

    2- 18 anos.

    3- De casa, sim.

    4- geralmente sim , mas nem sempre.

    5- De 30 min a 1 h , duas vezes ao dia, 7 horas no mínimo.

    6- Satisfazer fantasias, aliviar a ansiedade, esquecer a realidade.

    7- me coloco no lugar dos atores.

    8- Depressão, culpa, remorso,raiva, impotencia diante do problema;

    9- sim , totalmente, todos os comportamentos negativos possíveis;

    10- não

    11- totalmente ,não passo um dia sem ver ;

    12- Já e naõ consigo, perda de tempo , ilusão;

    13- todas , não consigo ficar sem , nunca ;

    14- alguns amigos;

    15- solidão, fico sem procurar parceira, fico estressado , com raiva;

    16- gostaria de parar totalmente, arrumar uma mulher, espiritualidade…

    17- naõ, não fico nem uma semana sem

    18- tento pensar , mas não consigo;

    19- seria ótimo

    20- uma ilusão vazia

  11. 1- Idade e sexo.
    26/f
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    12anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    net/sim
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    não
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    não parei pra pensar nisso
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    não sei
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    apenas o ato em si
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    vazio
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    não
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    sim/não
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    sim
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    sim/ perceber que era um vicio e entender o que aconteçe por traz do mundo pornográfico
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    sim/impulso/não
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    não/ tenho vergonha de contar
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    insegurança, vazio, sensação de incapacidade
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    quero parar, mas não sei como
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    não
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    não consigo
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    poder assessar a internet sem mexer em sites pornograficos
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    depurtação de valores é isso que ela deve representar sempre

  12. 1- Idade e sexo.
    24, homem
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    9 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    casa, sim
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    sim somente
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    2h, eu acho / 10h
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    tristeza, ansiedade, ver algo estimulante sem querer, vontade compulsiva de ver
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    felicidade
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    angústia, tristeza, sentimento de fracasso total
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    buscar prostituição, mas nunca procurei realmente, outros desejos exóticos
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    nao
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    não, é algo descartável
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    sim, os prejuizos desta conduta
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    sim a todo momento, pelos motivos da pergunta 6, nao
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    sim eu contei
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    fiz coisas q nunca faria, com pessoas q nunca deveria ter feito, atrasei trabalhos, perdi provas, corri riscos no trabalho de ser demitido por justa causa, dentre outros
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    eu nao sei o q fazer
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    nao mais, antes por até uma semana, agora o máximo 2 dias, ja consegui a anos atraz ficar até 1 mes, mas piorou bastante nos ultimos anos
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    ja tentei varias coisas mas nenhuma teve sucesso, qd controlava na hora fica ansioso demais por muito tempo, e pra nao ser torturado por essa ansiedade cedia ao desejo
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    nunca mais ver isso. ter nojo. total aversão.
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    um momento de prazer, minha morte.

  13. 1- Idade e sexo.
    27 anos. Masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    16 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Casa. Sim, mas nem todas as vezes.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não, mas a maioria das vezes sim.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Por dia: 2h. Por semana: + de 10h.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Muitas coisas levam. Vem uma vontade incontrolável, um desejo louco de ver, acessar. Inicialmente tento resistir, porém começo a pensar: “Ah! Só uma olhadinha e já saio!”, acabo me enganando e fico horas consumindo aquele material. No começo fico muito excitado, porém acabo chegando em uma fase de não excitação, caso não me masturbe nas primeiras horas de uso.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Vontade de possuir aquela mulher e, ao mesmo tempo, uma vontade de parar com aquilo por saber que é errado.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Vazio, sentimento de incapacidade. Parece que aquilo nunca vai acabar. No começo do meu vício, eu não achava que fosse dependente. Mas depois de anos consumindo, tive contato com pessoas do “Narcóticos Anônimos” e pude ver que isso é um tipo perturbador de adicção.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Por vezes trato minha parceira com “distância” sexual. Em um momento ruim de meu casamento (brigas constantes e distância) me fizeram trair, porém tudo começou com a pornografia. Não me relacionei sexualmente com essa pessoa, porém traí minha esposa.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Sim, tenho esposa, me mantenho fiel.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Sim, sou um viciado compulsivo.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Há uns 11 anos estou tentando parar. O que me leva a tentar parar é saber quantos males isso me traz.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Estou sempre tendo recaídas. Sempre busquei alguém que pudesse me ajudar, mas tive medo de contar do meu vício e não ser compreendido. Nas igrejas convencionais isso não é tratado. Estou agradecendo infinitamente a Deus por ter encontrado esse blog. Há alguns meses fiquei sabendo de um site americano destinado às mulheres que tem esse vício. Vi em uma matéria de TV. Porém andava desnorteado, me sentindo isolado, sem poder compartilhar meu problema. Vocês não sabem o quanto está sendo importante ler esses artigos todos!

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Ninguém sabe. Medo de ser julgado ou exposto.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Todos os tipos de males. Irritação, isolamento, perdi compromissos importantes, desmarquei outros, uma ENORME perda de tempo, além de me tornar distante de minha esposa e principalmente me afastar de Deus.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Me agarrar nessa “bóia” que encontrei no oceano da internet, com a ajuda da Palavra de Deus também.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Comecei a me controlar hoje. rs

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Já tentei muitos métodos, mas percebo que tenho que ficar pouco tempo na internet de bobeira.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Apesar de ter começado hoje, me sinto em paz. Porém sinto os sintomas da abstinência, devido a um consumo anterior diário!

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Algo vindo diretamente do inferno para destruir famílias. Comecei no vício realmente com 12 anos. Quando tinha poucos anos (+ ou – 5 anos) eu encontrei umas revistas pornos do meu pai e comecei a vê-las. Minha mãe viu e me deu uma grande bronca! rs Mais tarde (com uns 10 ou 11 anos), meu primo me apresentou as revistas de conteúdo realmente explícitos (sexo). Aos 12 comecei a comprar por conta própria e tinha grande coleção de revistas. Com 16 anos me converti ao cristianismo e joguei tudo fora. Percebi que isso não era saudável para minha vida. Desde então passei por diversos períodos: longos períodos consumindo material pornô e pequenos períodos limpo! Quando não tinha acesso a internet, chegava a comprar uma revista, me masturbava e logo em seguida rasgava e jogava no lixo a revista que acabara de comprar. Oro para que eu tenha forças para me manter limpo, pois sei que meu crescimento espiritual e como ser humano mesmo está intimamente ligado a isso! Deus abençoe muito vocês! Obrigado por terem coragem de montar esse blog!

  14. Idade e sexo.
    22 anos. Masc

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    10 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    em casa, sim.
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    nao
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    15 min. atualmente 3x no mês (após tratamento)
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    estar cansado e sozinho em casa
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    satisfação
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    antigamente, culpa. Hoje consigo superar
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Não
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Namoro, nao traio
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Hoje estou consguindo me livrar
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim estou parando, tratamento com Psicanálise
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim, quando estou fraco. Sim, não desço desgraus, apenas subo
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Sim, minha analista, psicóloga. Meu irmao.
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Isolamento, instabilidade no humor
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Tratamento especializado
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Sim, há um mes.
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Auto Análise, bloquear sites
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Me sinto bem atualmente
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Um comércio de lixo degradant

  15. 1- 33 anos, masculino

    2- Desde os 13 anos, 20 anos de vício

    3- Internet, dvd, celular, sim em qualquer lugar

    4- Não, mas minha inspiração caí bastante sem pornografia

    5- De 10 a 20 minutos, diarios, as vezes chegando a 3 vezes por dia

    6- Ansiedade, tensão e desejo exagerado por sexo voluptuoso

    7- Desejo de chegar ao orgasmo e me sentir menos tenso e me sastifazer sexualmente, penso estar fazendo sexo rela com aqquelas pessoas ou com pessoas conhecidas

    8- As vezes me sinto culpado, cansado, sem animo pra mais nada com vontade de dormir,não consigo ter uma sessão sem praticar masturbação

    9- Sim, tive algumas relações extra conjugais com uma amante também casada, também já frequentei casas de prostituição

    10- Tenho parceira a 15 anos, traição, resposta acima

    11- Muito apegado e sempre vou adquirindo mais filmes, imagens, links

    12- Já tentei parar sem olhar e praticar masturbação por uns 15 dias no máximo, mas quando voltei foi pior, tentei parar porque me afeta muito psicologicamente e tira o espaço de conhecimento e inteligência

    13- Tentei algumas outras vezes, com recaídas sucessivas, mas continuo tentando

    14- Ninguém mais sabe, somente eu, é um fato muito pessoal meu

    15- Me afetou psicologicamente, pois me tornou dependente de pornografia, de muito sexo, me tornei tarado vendo as mulheres com optica sexual e causou problemas como achar a mastubação melhor que uma transa real as vezes, tendo até disfunção eretil psicologica, me causou problemas emocionais, pois me tornou muito ansioso e irritado

    16- Eliminar toda fonte de alimentação para meus desejos, como dvds, links, filmes, fotos, parar de mastubar, praticar sexo somente com uma parceira

    17- Não consigo me controlar as vezes

    18- Não tenho controlado, dá vontade eu pratico

    19- Qurero poder olhar para uma mulher sem intenção sexual, praticar sexo normal com minha parceira, sem dar asas a minhas fantasias

    20- Pornografia para mim, se ressume na corrupção das falcudades físicas, intelectuias e emocinais de um ser humano

  16. Ricardo
    1- 26 masculino.

    2- 12 anos.

    3- em casa, sim

    4- maioria das vezes

    5- 2 vezes por dia, 12 vezes por semana

    6- não ter nada o que fazer

    7- que estou sentido o prazer da cena

    8- vontade de me matar

    9- não estou dando atenção para minha esposa

    10- moro com minha namorada, nunca trai

    11- sou muito apegado a pornografia

    12- Sim ja tentei parar, sei que pornografia é errado diante de
    Deus

    13- Ja tive recaidas, as imagens não saem da minha cabeça

    14- Não

    15-Tristeza, dor desespero depressão, culpa

    16- tento diminuir os dias de acessar sites

    17- o maximo que fico sem é dois dias

    18- me masturbo

    19- quero que essas imagens desapareçam da minha cabeça

    20- ela representa o mal, a pior sujeira do mundo

  17. 1- Idade e sexo.
    24. Masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    8 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Trabalho e casa. Somente em casa.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Quando não pensando em imagens que vi em momento que não podia me masturbar.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    2 horas por dia. 14 por semana.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Penso nisso o dia todo. Quando chego em casa há estou louco pra fazer isso.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Alivio, satisfação, imaginar coisas diferentes.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Arrependimento, vazio.
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Inspirou sim. Tive uma relação homossexual uma vez por querer saber como era. As vezes penso que a masturbação com pornografia é melhor do que o sexo com minha noiva
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Sim. Não traio mais mas ainda tenho vontade e pior com travesti.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Muito.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Já várias vezes, pois me sinto sujo e está prejudicando meu rendimento em tudo na minha vida: Trabalho, faculdade, esportes, sexo. Penso nisso o tempo todo.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Não consigo ficar um dia sem.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Não. Até eu só agora me dei conta disso. Fica difícil contar a alguém pois são coisas muito impuras que uso pra fazer isso.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Rendimento em tudo. Não consigo me concentrar em nada. Não estudo, não leio, nada mais me dá prazer só a pornografia.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Mesmo não acreditando em Deus me ocupar mais com as coisas da igreja e gastar minha energia com esportes.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Não consigo me controlar.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Me masturbo as vezes.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Não pensar mais nisso o tempo todo.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Atualmente minha única fonte de prazer. Mas pra mim é como se eu tivesse viciado em alguma droga. Quando não faço isso eu fico nervoso, tremulo, uma verdadeira crise de abstinência. Coloquei me livrar dela como a maior meta da minha vida.

  18. 1- Idade e sexo.
    22, Masculino.

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    10 anos.

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Em casa, moro só. Me masturbo na frente do computador.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Sim.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    De 5 a 15 minutos, umas 5 vezes por dia. Isso dá quase 6 horas.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    É um impulso, um hábito, se eu estiver navegando na internet e alguma coisinha incitar algum desejo sexual eu já corro para pornografia.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Eu tento encarnar o que eu estou vendo. É a forma de tentar obter mais prazer.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    As vezes satisfação, as vezes culpa, não é a toa que eu vim para esse site.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Quando eu namorava continuava a sair com prostitutas a frequência diminuía, mas busco esses serviços desde 17 anos.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Não.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Não.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Já. Eu acho que usando esse tipo de material eu perco o interesse em buscar alguém de fato, mas ao mesmo tempo não consigo me livrar do vício.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim. Não sei explicar, é um impulso quase incontrolável. Não.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Meu terapeuta sabe que eu vejo pornografia, mas não sei se eu expus pra ele como vício, mas acredito que eu esteja viciado. E eu acho algo bem pessoal, não é algo que eu deva sair contando por aí, as pessoas veem com muito preconceito.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Solidão.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Não sei. Tenho que largar de qualquer jeito. Parar de ver.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Não consigo. Acho que o máximo de tempo que eu fiquei sem é uma semana.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Atividade física.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Buscando relacionamentos com pessoas reais, mais energia, mais concentração, mais feliz e menos solitário.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    A pornografia para mim é um mero divertimento, eu não acho ela errada de fato, o que acontece que algumas pessoas tem essa pre disposição para o vício acredito eu que por outras causas acabam preenchendo um vazio com ela.

  19. 1- Idade e sexo.
    20, Masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    10 anos.

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Computador pessoal, sim.
    4- Masturba-se somente com pornografia?

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Estou tentando parar agora, então estou sem ver já faz um mês (com uma recaída de 1 minuto) Já cheguei a ver 7 horas por semana

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Vontade de saciar meu desejo.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Excitação .

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Normal, não fico triste nem deprimido.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    A pornografia me incitou a ter um comportamento sexual de objtivização da minha parceira sexual, infiel e prostituição não.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Sim, namorada. Não.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Sim

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim, nunca consegui. Passo uns meses tentando parar mas acabo voltando

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Já tive, por que o vicio falou mais alto que a racionalidade e a vontade. Tento sempre me reerguer mas é difíciol

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Minha namorada, pois eu compartilho com ela. Ela tenta sempre me ajudar.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Distorção do sentido do sexo.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Ter auto-controle, e conseguir remover totalmente isso da minha vida.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Consigo, passei um mês com somente uma recaída. Hoje entrei no segundo mês e vamos ver se consigo passar sem nenhuma.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Tento focar toda minha energia e desejo no sexo. Acredito que se não tivesse o sexo, não conseguiria me controlar.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Me sinto mais disposto, mais feliz. Também sinto uma melhora significativa nas relaçoes sexuais, o que considero importante.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    A pornografia já representou o meio de obter satisfação sexual, mas após minha entrada na vida sexual ela representa apenas um vício. Eu não preciso dela pra me satisfazer, eu tenho minha namorada, mas mesmo assim a pornografia ainda está ali. A pornografia é um mal que deve ser erradicado da minha vida, e acredito também da vida de todos.

  20. 1- Idade e sexo.
    20, Masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    10 anos.

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Computador pessoal, sim.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Sim

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Estou tentando parar agora, então estou sem ver já faz um mês (com uma recaída de 1 minuto) Já cheguei a ver 7 horas por semana

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Vontade de saciar meu desejo.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Excitação .

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Normal, não fico triste nem deprimido.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    A pornografia me incitou a ter um comportamento sexual de objtivização da minha parceira sexual, infiel e prostituição não.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Sim, namorada. Não.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Sim

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim, nunca consegui. Passo uns meses tentando parar mas acabo voltando

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Já tive, por que o vicio falou mais alto que a racionalidade e a vontade. Tento sempre me reerguer mas é difíciol

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Minha namorada, pois eu compartilho com ela. Ela tenta sempre me ajudar.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Distorção do sentido do sexo.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Ter auto-controle, e conseguir remover totalmente isso da minha vida.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Consigo, passei um mês com somente uma recaída. Hoje entrei no segundo mês e vamos ver se consigo passar sem nenhuma.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Tento focar toda minha energia e desejo no sexo. Acredito que se não tivesse o sexo, não conseguiria me controlar.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Me sinto mais disposto, mais feliz. Também sinto uma melhora significativa nas relaçoes sexuais, o que considero importante.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    A pornografia já representou o meio de obter satisfação sexual, mas após minha entrada na vida sexual ela representa apenas um vício. Eu não preciso dela pra me satisfazer, eu tenho minha namorada, mas mesmo assim a pornografia ainda está ali. A pornografia é um mal que deve ser erradicado da minha vida, e acredito também da vida de todos.

  21. Olá,

    BadPorn convida os visitantes a participar também do fórum de discussão que está cada vez melhor!

    Acesse: badporn.foro.bz

  22. 1- Idade e sexo.
    31M

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    15a

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Casa. Sim

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Sim

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    2h. 6h.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Ociosidade.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Querer praticar aquilo.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Sensação de tempo perdido.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Sim. Sim. Sim

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Namoro. Sim.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Sim.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim. Saber que não leva a nada.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim. Quando estou depressivo e ocioso. Não.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Não. Vergonha.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Perda de tempo e um relacionamento.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Trabalhar e badporn.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Consegui por 1 ano.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Trabalhar.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Produtivo.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Perda de tempo, o mesmo.

  23. 1- Idade e sexo.
    22, homem
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    8 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    De casa e trabalho, sim em ambos.
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    95% das vezes que me masturbo é olhando pornografia.
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Uma hora por dia, sete na semana.
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Desejo pelo prazer.
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Que tudo que eu quero esta nas minhas mãos de forma fácil, que eu posso ter prazer com quem eu quero a hora que quero, do jeito que eu quero, eu posso ser quem eu quiser gay, hetero, homem ou mulher.
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Sofrimento, culpa, tristeza, desanimo, medo, frustação.
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Acredito que sim. Acredito que por eu ser virgem com 22 anos é uma consequencia dessa terrível dependência.
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Não. Beijei uma vez na vida. E me declarei para uma outra, apenas uma vez.
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Extremamente viciado mesmo.
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Já. Acredito que todos em a vontade de parar depois que olham a pornografia, pena que agente só tenta parar depois que já olhou a pornografia do dia. O que me levou a tentar parar de verdade agora, foi dar um basta ao sofrimento. Eu sou bonito, jovem, tenho bom emprego, não me preciso disso para conseguir ser feliz ou ter prazer, que na verdade o prazer da pornografia não é real e sim somente uma ilusão. Um jogo que só pega trouxas como eu, que mesmo sabendo que não é real querem provar de novo pra ver se não é de verdade.
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim. Já consegui ficar um mês ou mais sem olhar pornografia. Achar que nunca vai dar nada, pensamento do tipo “é normal”, “eu tenho esse direito”. Estou tentando agora. Por enquanto estou só tropeçando.
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Nínguem, me considero muito inteligente e esperto, por conseguir manter isso em segredo por tanto tempo e mesmo tão novo.
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Perda do rendimento profissional e afastamento social.
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Já tentei algumas coisas. Me ajudou: me manter ativo, não deixar sua mente vazia. Ter compromissos marcados ex.: jogo de vôlei, futebol. Já percebi que nos dias que tenho compromissos importantes eu não sinto vontade de olhar pornografia. Porém a nossa mente é muito esperta e sempre arruma um jeito de olhar. Quando tenho vontade sempre estou sozinho, por isso, me espor as pessoas quando estou com vontade é uma alternativa. Exemplo: estou com vontade, então saio para fazer compra no supermercado.
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Atualmente não faz poucas horas que não vejo pornografia, mas estou fazendo agora um novo compromisso de parar.
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Exercícios em equipe, me expor ao público (por mais que seja difícil), fazer cursos com outras pessoas, ter um convivío social ativo e fugir dos momentos que é possível olhar material pornográfico.
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Acredito que o desejo de ver (se iludir) a pornografia sempre vai existir. Ser mais forte que essa vontade/desejo é estar sob o controle. E acredito que todos que veem pornografia são mais fortes que ela, eles só precisam acreditar nisso, ter fé em qualquer coisa, até em si mesmos.
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Coisa pra gente safada e fraca.

  24. Antonio, venha participar do fórum BADPorn! Suas palavras são ótimas, vc parece ser comunicativo!

    Lá tem pessoas com o perfil bem parecido seu. Experimente ir lá!

    Continue perseverante!

  25. 1- Idade e sexo.
    34anos, masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    Desde os 13 anos, 20 anos de vício

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Internet, dvd, celular, sim em qualquer lugar, a qualquer hora

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não, qualquer mulher bonita eroticamente, faz que me masturbe, quando não posso na hora, guardo as lembranças pra depois, mas minha inspiração caí bastante sem pornografia

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    De 15 a 30 minutos, diarios, as vezes chegando a 3 vezes por dia, em torno de 1 por dia, umas 8 horas por semana

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Ansiedade, tensão e desejo exagerado por sexo voluptuoso, qualquer cena ou imagem erótica real ou virtual, isso também me deixa mais light

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Desejo de chegar ao orgasmo e me sentir menos tenso e me satisfazer sexualmente, penso estar fazendo sexo com aquelas pessoas do porno ou com pessoas conhecidas, chego a eleger uma lista anual das 10 mulheres que desejo comer, isso é blasfemo porque entre elas coloco tudo, primas, cunhadas, meninas, coroas, sinto tanto prazer em ejacular pensando nelas, mas depois me arrependo e vejo que isto me prejudica em tudo.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    As vezes me sinto culpado, cansado, sem animo pra mais nada com vontade de dormir,não consigo ter uma sessão sem praticar masturbação, e sempre me arrependo depois e vejo que é uma dependência psicológica muito grave que me prejudica e impede que siga em meus objetivos

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Sim, tive algumas relações extra conjugais com uma amante também casada, também já frequentei casas de prostituição, além de ter um desejo por transar com travesti e adolescentes e mulheres casadas e praticar surubas, mas que tenho conseguido manter só no desejo.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Tenho parceira a 15 anos, traição, resposta acima

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Muito apegado e sempre vou adquirindo mais filmes, imagens, links

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Já tentei parar sem olhar e praticar masturbação por uns 15 dias no máximo, mas quando voltei foi pior, me masturbei mais vezes por dia e compesou em pouco tempo o período que tinha ficado sem
    Tentei parar porque me afeta muito psicologicamente e tira o espaço de conhecimento e inteligência, além de afetar minha capacidade fisica

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Tentei algumas vezes, com recaídas sucessivas, mas continuo tentando e não vou desistir enquanto não me tornar uma pessoa normal.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Ninguém mais sabe, somente eu, é um fato muito pessoal meu, sinto total reprovação por isso.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Me afetou psicologicamente, pois me tornou dependente de pornografia, de muito sexo, me tornei tarado vendo as mulheres com optica sexual e causou problemas como achar a masturbação melhor do que uma transa real as vezes, tendo até disfunção eretil psicologica, me causou problemas emocionais, pois me tornou muito ansioso e irritado, atrapalho meu desempenho em todos os setores da vida, me tornou anti social, me afastou de Deus

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Eliminar toda fonte de alimentação para meus desejos, como dvds, links, filmes, fotos, parar de masturbar, praticar sexo somente com uma parceira, procurar mais Deus, me dedicar a verdadeiros objetivos.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Tenho extrema dificuldade de me controlar, agora estou feliz por não bater um punheta a 4 dias, já foi uma vitória e um sacrifício pra mim, mas ao mesmo tempo que escrevo essas linhas to com uma pagina de pornografia aberta com um vídeo e estou sentindo um desejo imenso de praticar.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Não tenho controlado, dá vontade eu pratico, as vezes termino com meu estoque de esperma em um menos de 12 horas, e acabo não tendo prazer com minha parceira.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Quero poder olhar para uma mulher sem intenção sexual, praticar sexo normal com minha parceira, sem dar asas a minhas fantasias, não ter essa maligna dependência psicologica

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Pornografia para mim, se ressume na corrupção das falcudades físicas, intelectuias e emocinais de um ser humano

  26. Olá Beto!

    Interessante seu caso. Sugiro que você participe do nosso fórum! Acesse badporn.foro.bz

    Cadastre-se e participe! É bastante seguro, sossegado e proveitoso.

  27. 1- Idade e sexo.
    25 homem

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    13 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Casa. Sim

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Com pornografia e imaginação

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    o tempo inicial era por volta de 1 a 2 horas por dia. Durante a semana assistia mais de 10 horas de pornografia

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    dispositivos como : ficar a sós em casa, ver uma foto de alguma modelo ou mulher de bikini ou até mesmo lembranças

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    não consigo imaginar, é como se estivesse me saciando

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Arrependimento, tristeza, vazio

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Não. Tive sim uma mudança negativa que foi uma crise paranoica que me levou a uma disfunção psicologica

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Sim, uma namorada. Jamais traí e nunca pensei nisto.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    não, muito pelo contrario. Sinto repudio até.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim, tentei varias vezes. Sempre quando começo um relacionamento.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim, estou passando por uma no momento. Algo que pode começar por um sonho erotico ou uma imagem na rede ou a simples lembrança de algo.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Não, me sinto envergonhado

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Muitos a começar pela enorme quantidade de tempo e produtividade perdidas. Comecei muito novo na pornografia, entupi computadores de virus comecei pela playboy logo em seguida assistia ao canal sexy hot sem controle.Vi toneladas de pornografia e comprava quadrinhos eroticos. Cheguei ao ponto de assistir a conteudos que não representam minha real personalidade sexual. vi materiais extremamente pesados e decorei nomes e cenas que as vezes não consigo esquecer. Assisti a videos com travestis por exemplo, nunca tive vontade de manter relações com travestis, mas assistia a este conteudo com prazer.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Seguir em meu relacionamento e tentar fugir ao maximo destes simbolos que levam ao consumo deste material. Eventualmente me masturbo para eles para que não sinta um efeito bola de neve transformando o vicio em algo maior que deva ser.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    As vezes. 4 meses

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Tento me afastar do computador ou me masturbar sem o auxilio da pornografia. Levar a relação e o contato sexual apenas com minha parceira

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Ignorar, esquecer retirar todo o material que assisti de minha mente. Controlar o impulso de assistir aos vídeos

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    A pornografia representa um abismo, algo que é vendido como entretenimento mas nada faz além de condicionar sua mente e gerar receita baseada na exploração de algo que nos é prazeroso. Vejamos bem aonde se dá a educação sexual da nova geração? Na internet. A pornografia cria novos viciados em sexo, perversões novas que devem acompanhar a mente humana que cada vez mais se afunda em todos os tipos de imagem até não haver mais filtros. A pornografia representa uma dependencia quase que biologica infelizmente. Porém há meios de enfrentar ela, o melhor de todos é recuperar o contato com outras pessoas e se afastar ao maximo do computador, deixar a tecnologia em seu devido lugar, o de servir o homem, e não tornar o homem um servo dela.

  28. Olá Thiago!

    Muito bom o seu depoimento, de verdade. Seu ponto de vista é excelente para discussão. Você pode participar do fórum BADPorn. Vai ser muito produtivo e construtivo para o seu autoconhecimento.

    É só acessar o endereço badporn.foro.bz, se cadastrar e começar a participar, ler os tópicos e respondê-los quando quiser.

    Muita paz, sempre!

  29. 1- Idade e sexo..
    16 / M

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    10 Anos.

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    De Casa / Sim.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não, com TV e olhando para a rua.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    1 Hora por dia. 5 horas +/-

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Abstinência.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Somente me satisfazer de uma vontade, porém não quero transar antes do casamento.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Raiva, angústia, tristeza, culpa.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Não.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Não / Não.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Sim.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim / Tentei, porém me deixava irritado ficar sem.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim / Porque sempre em qualquer site, há uma propaganda / Sim.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Não / Por vergonha.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Pecar contra Deus.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Ficar sem Internet e/ou ficar jogando no computador ( me leva a esquecer da pornografia )

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Mais ou menos / Estou tentando há 1 ano.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Eu lembro de Deus.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Ficar limpo, purificado.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Representa a vida que o Diabo quer que tenhamos.

  30. 1- Idade e sexo.
    42 anos, masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    14 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Em casa, sim

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Umas 5 horas, 5 horas por semana

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Pensamentos

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Desejo de ver mais e mais pornografia

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Tristeza e dor

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Sim

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Sim, não

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Sim

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Várias vezes. A percepção do mal que isso causa

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim tive. Porque deixe minha mente me levar. Sim me reergui.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Não. Tenho vergonha.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Muitas perdas emocionais e materiais.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Buscar ajuda.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Nem sempre.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Mudo meus pensamentos. Busco à Deus e deixo que meus pensamentos sejam trocados.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Será estar em paz comigo mesmo.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Ela ainda representa um vício, esporádico, mas vício. Ela deve representar uma página virada em minha vida.

  31. Adr 10 (Questionário)

    1- Idade e sexo.
    27 M
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    7 anos.
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    De casa.
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Raramente.
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Uma média de 5 horas e as vezes mais.
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    A curiosidade e o desejo.
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Me imagino em algumas situações daquelas, pois no mundo real aquilo é improvável.
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Vergonha e arrependimento.
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Não.
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Não.
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Sim.
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Algumas vezes, mas o vício supera a vontade de parar.
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sim, por fraqueza. Sim, mas sempre a vontade volta, mesmo depois de um tempo considerável de distanciamento.
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Sim, alguns amigos, mas eles acabam levando na brincadeira como se aquilo fosse normal.
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    O tempo que eu ocupo com isso, poderia estar fazendo algo de bom e produtivo.
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Tentar ser mais forte do que o vício, mesmo que essa missão seja difícil.
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Há duas semanas que estou conseguindo com muito esforço dar um tempo nesse vício.
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Tento ocupar a minha mente com os estudos da faculdade, quando estou no computador tento ficar escutando música pra desviar a atenção e tenho orado constantemente.
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    É muito bom você estar com a mente tranquila e saber que pelo menos momentaneamente aquilo não faz parte de sua vida, é um sentimento de vitória.
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Ela se tornou uma forma de fugir do mundo real, é como se ali fosse o meu mundo, onde as minhas vontades prevalecessem. Hoje eu sei que é uma coisa totalmente prejudicial a vida de qualquer pessoa, seu poder de devastação é semelhante ao dos tóxicos.

  32. 1- Idade e sexo.
    17,masculino
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    3 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    tenho alguns dvds em casa
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    sim
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    1 hora e meia.no momento como eu tõ parando com isso 1 hora e meia
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    pensar na minha namorada quando eu estou sozinho em casa
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    vontade de ter orgasmo,e mt prazer tbm
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    fico puto,eu fico pensando ki eu perdi pra mim mesmo na luta contra o vicio
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    inspirou a ser infiel só
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    tenho uma namorada.não,mas tenho vontade rs’
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    um pouquinho só
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    eh a primeira vez ki eu tento e tõ conseguindo,agr so faço isso uma vez na semana,antigamente era td dia
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    tive uma hj mesmo rs.Eu tava sozinho em casa.No momento eu me sinto bem
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Ñ,e nem pd saber rsrs’
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Quando eu fico com a minha namorada eu demoro mt pra ter uma ereção,e quando tenho perco ela mt rápido
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Transar bastante com a garota ki eu amo rs’
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    As vezes.Entre 4 e 8 dias
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Vou jogar um play2,vou ouvir musica,vou pra rua,vou pra casa da minha mina…
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Ki eu ñ broxe nunca mais rs’
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    U vício que eu quero vencer,e com certeza eu vou vencer.

  33. A Pesquisa

    1- Idade e sexo.
    21 anos sexo masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    10 anos

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Computador do Trabalho, e Nootbook em casa, sim me masturbo nesses locais.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não sem pornografia também.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    vária muito passo até 4 horas por dia somando 20 horas por semana

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Quando vejo imagens que estimulam a sensualidade, mulheres bonitas imagens de notícias de programas de TV, pornofonia também ( funk).

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Prazer, vontade de transar de estar com aquela mulher.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Me sinto mal, muito mal, penso assim poxa de novo, era só isso acabou fiz tudo isso só por esse momento.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Nunca fui infiel realmente mas sim virtualmente através de bate papos, nunca utilizei de prostituição, e já tratei de forma afável uma ex parceira afetiva, nunca tive parceira sexual.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Tenho uma parceira afetiva, já traí virtualmente.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Não sou muito de juntar material pornográfico, nunca comprei revistas e nem aluguei dvds ou fitas, mas já baixei na internet material pornográfico, mas não consigo ficar com esse material por mais de uma semana eu excluo, pois quando baixo pornografia sei que estou em um estado crítico do meu vício.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim muitas vezes, vários motivos, religião, pois acredito que este vício atrapalha minha comunhão com meu Deus, familiares, pois tenho um lar destruído pois o principal motivo foi a pornografia, estudo e trabalho, pois atrapalha muito meu rendimento profissional e academico, e relacionamento afetivo,pois quero fazer minha parceira feliz e sei que esse vício será um grande problema para o nosso relacionamento.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sempre tenho recidas, por que acabo vendo as imagens e acaba que meus pensamentos começam a se aproximar da pornografia quando vejjo estou vendo pornografia e baixando.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Sim, minha família e amigos intímos.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Perdi minha família por causa do vício do meu pai, não quero ter o mesmo futuro.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Não tenho mais planos já tentei de tudo esses dez anos perdi a esperança.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    não consigo me controlar.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    tento fazer outras coisas.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Ser feliz e ter pqaz saber que não estou mais doente

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Pornografia é o câncer do mundo o principal motivo das pessoas hoje estarem com lares destruídos, filhos que acabam entrando nas drogas, famílias desestruturadas, gravidez na adolescência tudo isso é por causa da pornografia, pornofonia, e sensualidade dos meios de comunicação que utiliza disso para ganhar dinnheiro.

  34. A Pesquisa
    1- Idade e sexo.
    21 ANOS, MASCULINO

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    ENTRE 4 E 5 ANOS

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    NO MEU QUARTO, GERALMENTE, PELA NET. TAMBÉM NO MEU TRABALHO, ÀS VEZES.

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    A MAIORIA DAS VEZES. QUASE SEMPRE A MASTURBAÇÃO É ANTECIPADA PELA PORNOGRAFIA.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    VARIA. HÁ SEMANAS EM QUE VEJO POUCO; EM OUTRAS, VEJO TODOS OS DIAS. MAS EM LINHAS GERAIS, ENTRE 12 E 15 HORAS POR SEMANA.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    CONSIDERO-ME VICIADO EM PORNOGRAFIA. ENTÃO O QUE ME LEVA A PROCURAR NÃO É NEM MAIS O DESEJO, NEM A VONTADE. É O VÍCIO.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    MUITO DESEJO DE FAZER AS MESMAS COISAS QUE VEJO NAS CENAS.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    GERALMENTE FICO FRUSTRADO, PELO TEMPO PERDIDO, PELAS COISAS QUE PODERIA TER FEITO, PELO SONO NEGLIGENCIADO (GERALMENTE VEJO ÀS MADRUGADAS). EM OUTROS MOMENTOS, FICO SATISFEITO, TRANQUILO.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    PELO Q LI NOS OUTROS DEPOIMENTOS, MUITOS USUÁRIOS DE PORNOGRAFIA PASSAM A OLHAR AS PESSOAS COMO OBJETO. ISSO TB ACONTECE COMIGO. É COMUM EU OLHAR PARA A PESSOA, E SÓ POR ACHAR BONITO(A), IMAGINAR MIL E UMA COISAS ERÓTICAS COM ELA. OU SEJA, EU PASSO A TER A DIFICULDADE DE RECONHECER A DIGNIDADE HUMANA DAS PESSOAS. ISSO É TRÁGICO. NUNCA BUSQUEI PROSTITUIÇÃO, MAS ISSO JÁ ME VEIO À CABEÇA.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    ATUALMENTE ESTOU NAMORANDO. ESTOU APAIXONADO, NÃO QUERO TRAIR.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    SIM

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    JÁ, SIM. A FRUSTRAÇÃO POR ME VER PRESO, SEM MINHA LIBERDADE. VÁRIAS VEZES TENTEI PARAR.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    SIM. É DIFÍCIL RESISTIR A UM PRAZER TÃO AGRADÁVEL AO CORPO. E TENTEI TB ME REERGUER.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    ALGUNS POUCOS AMIGOS SABEM. MEU NAMORADO TAMBÉM. MAS SÓ CONTEI A QUEM EU VI QUE NÃO IRIA ME JULGAR, MAS ME AJUDAR. NÃO ME ARREPENDI DE TER CONTADO.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    PERDE-SE MUUITO DO SEU TEMPO COM A PORNOGRAFIA. EU, QUE DEVERIA ESTUDAR MAIS, REZAR MAIS, SAIR MAIS COM AMIGOS, VISITAR MEUS FAMILIARES, OUVIR MAIS MÚSICAS, ASSISTIR MAIS A FILMES SADIOS, FAZER MAIS EXERCÍCIOS FÍSICOS, ENTRE TAAANTAS COISAS, PASSEI MUITAS HORAS COM A PORNOGRAFIA NA TELA DO PC. DISTANCIEI-ME DE DEUS, DA MINHA RELIGIÃO, DA IGREJA, DA MINHA FÉ. DEIXEI DE FAZER OS TRABALHOS DA FACULDADE, AS ATIVIDADES DO MEU TRABALHO. PERDI HORAS DO MEU SONO VENDO PORNÔ DE MADRUGADA, QUANDO NO OUTRO DIA TINHA QUE ACORDAR CEDO. DEIXEI DE TER MAIS CONTATO COM MEUS PAIS E IRMÃOS. PODERIA TER ESTADO ATÉ NAS REDES SOCIAIS, COM UMA CONVERSA AGRADÁVEL COM OS AMIGOS, MAS SEMPRE FIQUEI OFF LINE NO MOMENTO DAS SESSÕES PORNOGRÁFICAS.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    PRETENDO PRIMEIRAMENTE ME CONCENTRAR NO SENTIMENTO MAIS NOBRE DE QUE O SER HUMANO É CAPAZ: O AMOR. QUERO AMAR A DEUS INFINITAMENTE, QUERO ME AMAR PROFUNDAMENTE EM SEGUIDA, E QUERO AMAR CADA DIA MAIS O MEU NAMORADO. ENTENDO (E MINHA RELIGIÃO ME ENSINA ISSO) QUE QUANDO SE TEM AMOR, TUDO É MAIS FÁCIL, TUDO VAI TER MAIS SENTIDO. ENTÃO O MEU AMOR VAI SER UM MOTIVO PARA LUTAR COM MAIS FORÇA CONTRA ESSE VÍCIO. PRETENDO TB FUGIR DAS OCASIÕES. É MUITO IMPORTANTE QUE NÃO FIQUEMOS OCIOSOS NA INTERNET, OU NO NOSSO QUARTO, OU NA NOSSA CASA. A MENTE PRECISA SEMPRE ESTAR OCUPADA EM ATIVIDADES QUE EXIJAM NOSSA ATENÇÃO. PRETENDO TB REFORÇAR MAIS OS LAÇOS DE AMIZADE QUE TENHO; SEI QUE A SOLIDÃO É UM TERRENO FÉRTIL PARA O VÍCIO CRESCER: NÃO PODEMOS NOS SENTIR SOZINHOS EM NENHUM MOMENTO. NENHUM SER HUMANO NASCEU PARA VIVER EM SOLIDÃO. PRETENDO TB ELIMINAR AOS POUCOS TODOS OS DVDS, VIDEOS GRAVADOS, FILMES, ETC QUE TENHO GUARDADOS. E VOU ME APOIAR MUITO NA ORAÇÃO. É MUITO IMPORTANTE ESTARMOS LIGADOS AO TRANSCENDENTE NESTA LUTA. SE FORMOS ESPIRITUALIZADOS, TUDO VAI SER MAIS FÁCIL.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    PASSO UMA SEMANA NO MÁXIMO RESISTINDO. HÁ UM TEMPO ATRÁS, PASSAVA MESES SEM CONSUMIR, MAS O VÍCIO CRESCEU.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    FAÇO POUCO. GERALMENTE BATE A VONTADE, E EU CEDO. MAS NOS MOMENTOS EM QUE CONSIGO ME CONTROLAR, EU BUSCO REFÚGIO NAS MÚSICAS. UMA BOA MÚSICA AGRADÁVEL CONSEGUE CANALIZAR MEUS DESEJOS E VONTADES PARA LONGE DA PORNOGRAFIA. MAS ISSO É POR POUCO TEMPO. DEPOIS O DESEJO VOLTA E EU TENHO QUE ESTAR MAIS FORTE. ISSO VALE TB NÃO SÓ COM MÚSICAS, MAS COM OUTRAS ATIVIDADES. EU ACHO QUE EXERCÍCIOS FÍSICOS SÃO UMA ÓTIMA ARMA PARA CONSEGUIRMOS VENCER. NÃO PRATICO NENHUM, MAS RECONHEÇO SUA IMPORTÂNCIA.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    DEVE SER UMA SENSAÇÃO DE LIBERDADE E DE DOMÍNIO PRÓPRIO. O AUTOCONTROLE É UMA VIRTUDE QUE TEM FRUTOS MUITO DOCES. SE TIVERMOS AUTOCONTROLE NA VIDA, AÍ SIM SEREMOS LIVRES REALMENTE. SÓ É LIVRE AQUELE HOMEM QUE NÃO SE PRENDE EM SI MESMO.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    REPRESENTA UMA FORMA PODEROSA DE ME DESTRUIR. CONSIDERO-A COMO O MEU PONTO FRACO.

  35. 1. Homem, 35 anos
    2. 17 anos
    3. No meu quarto. Me masturbo no banheiro.
    4. Sim
    5. Há alguns anos de 3-4 horas. Hoje de 40-60 minutos. No fim da semana, uma soma próxima de 3 horas.
    6. Quando estou tenso, entediado… Mas principalmente quando fico decepcionado e frustrado.
    7. De fugir da realidade para um mundo sem pressões e de poucas responsabilidades.
    8. Frustração, decepção comigo mesmo.
    9. Não
    10. Tenho namorada. Nunca a traí com outra pessoa; apenas em minhas fantasias na internet.
    11. Sim
    12. Diversas vezes pelo sentimento de culpa.
    13. Sempre, mas de um tempo para cá, me sinto muito cansado de lutar contra esse vício, desistindo de me reerguer.
    14. Ninguém. Pensei várias vezes em contar para alguém, mas minha desconfiança e vergonha não deixavam.
    15. Baixa autoestima, dificuldade em gozar durante uma relação sexual real, sensação de não ser eu, de ter meu potencial social e profissional prejudicado.
    16. Me apegar à bíblia, dar e receber apoio deste grupo.
    17. Depende muito do meu estresse. Consigo me controlar por uns 2 dias.
    18. Não sei o que fazer para controlá-los.
    19. Espero que seja estar feliz apesar de tudo, não levar a vida tão a sério.
    20. Hoje a pornografia me representa um vício. O que ela deveria representar? Não sei. Sempre estivesse muito confuso com ela.

  36. 1- Idade e sexo.
    R: 28 anos masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    R: desde quando descobri,quando tinha 15 anos^^

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    R: em casa e só bato uma em casa

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    R: e com lembranças da transas passadas,principalmente as recentes

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    R: num tenho certeza mais acho ki 1H por dia,7H por semana talvez nem isso

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    R: depois de dar uns peguinhas no baseado sempre me masturbo e quase como uma obrigação ou um ritual…

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    R: penso ki se eu tivesse mais sorte talves eu iria estar no lugar do cara do filme,mais sem estar fazendo um filme

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    R: satisfação e envergonhamento de vez em quando…

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    R: uq me inspirou a ser infiel foi minha propria namorada,ja procurei prostituição mais não por influencia do porno e sim pq eu nunca tinha transado com uma garota de programa

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    R: eu tenho um rolo com alguem…
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    R: de 0% a 100% – 60% apegado

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    R: ja tentei e só consegui dar um tempo,brigas no relacionamento me levou a isso

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    R: ja,sem motivo em especial….talvez o motivo seja pq: “a carne é fraca”,continuo batendo hj em dia talves com menas frequencia…

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    R: não concidero um vicio apesar de ser eu considerando ou não e e meus camaradas mais chegados discutimos e damos risada a respeito quando estamos reunidos^^

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    R: num tenho certeza mais as vezes parece ki a mão é mais gostosa do ke akela mina ki vc sempre cobiçou

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    R: fumar menos ou me distrair com outras coisas

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    R: consigo quando eu quero. (mais eu quase nunca quero me controlar)

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    R: jogo video-game,vejo um anime ou filme (sem ser porno claro)

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    R: na moral? ainda não faço ideia… =(

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    R: representa vc comer com a mão akela gostosa ki vc sabe ki nunca vai comer e depois sair sem precisar pagar conta alguma ou dar satisfações e tb representa a solidão de depois do ato imaginario vc se vestir sabendo ki nao ganhou nada…

  37. 1- Idade e sexo.
    26, Masculino
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    19 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    De casa,trabalho sim.
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não, mas ultimamente sim.
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    2 horas por dia, 15 na semana.
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Não sei, de repente sinto um desejo e corro para o computador.
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    chegar ao orgasmos, sensação de alívio, com isso retiro um peso das costas.
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    vergonha e muito nojo e prometo-me que nunca mais farei.( nunca consegui cumprir)
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Sim. parece uma bola de neve, tenho até relações homossexuais.
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Tenho e sim
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    sim, totalmente me realizo ali.
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Muitas vezes. fico inquieto e nervoso e durante um mês consegui me afastar, mas quando recai parece que volto pior ainda..
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Várias vezes. Acho difícil controlar o impulso. Eu ainda sofro, mas já me sinto melhor.
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    nõa, não confio, acho que vão me tratar como anormal
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Perda de tempo e energia. deixo de curtir mais a vida real e as pessas que gostam de mim.
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Deixar de acessar os vídeos de forma radial, hoje é o 2 dia que não acesso, mas a tentação é grande, vou me vrando da maneira que da.
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    não, estou há 2 dias
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Exercícios, musica, tratamento espiritual etc.
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    quando não consumo o material, fico mais expontaneo e feliz com as pessoas.
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    momneto de alivio, satisfasão, descarreg de tesão e hoje que que represente nada, somente uma epoca que passou.

  38. 1- Idade e sexo. 39. MASCULINO

    2- Tempo estimado de vício durante a vida. 25 ANOS.

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local? DE CASA, DA MINHA CAMA. NA MINHA CAMA.

    4- Masturba-se somente com pornografia? SIM.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana? 3HORAS.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô? A VONTADE DE VER UM PORNO.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô? NADA, SÓ TESÃO.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica? VAZIO. ARREPENDIMENTO.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual? SIM.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai? SIM, PARCEIRO. AS VEZES.MAS SÓ SEXO ORAL.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico? OLHA, COMO EU CURTO MUITO UM PORNO ME CONSIDERO SIM.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso? VARIAS VEZES, MAS NUNCA CONSEGUI.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas? VARIAS VEZES. EU TINHA UM ARQUIVO DO WORD, REPLETO DE SITES QUE EU VISITAVA E GUARDAVA PARA NÃO PERDE-LO E ASSIM VER NOVOS MATERIAIS. JÁ DELETEI UNS 20 E JÁ REFIZ O MESMO TANTO.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê? SIM. UM AMIGO QUE ME PASSA ALGUNS VIDEOS E MEU NAMORADO TAMBÉM ACHO QUE SABE.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você? VAZIO, ISOLAMENTO, IRRITABILIDADE, VICIO, DESINTERESSE NO MEU NAMORADO. EU CURTO PUNHETAR, VER PORNO. NAMORAR MESMO, NÃO ME IMPORTA MUITO.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência? FAZER PARTE DE UM GRUPO SERIO, COM AMIGOS QUE POSSAM ME AUXILIAR A VENCE-LOS.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo? NÃO. NO MAXIMO TRÊS DIAS.

    18- O que faz para controlar seus impulsos? REZO, VOU PARA CASA DO MEU NAMORADO.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle? SER LIVRE.INDEPENDENTE.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje? ELA ME DOMINA, ELA ME INCITA A BUSCA-LA, ELA TEM O CONTROLE DE MIM.

  39. 1) Idade e sexo.
    22 anos, masculino.

    2) Tempo estimado de vício durante a vida.
    8 anos.

    3) De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    De casa, no computador. Sim.

    4) Masturba-se somente com pornografia?
    Não. Todavia, preponderantemente com a mesma.

    5) Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Em média 12 horas por dia, já chegando a totalizar quase 20 horas num único dia, aproximadamente de 5 da manhã até meia-noite. De um modo geral, 60 horas semanais, ou mais. Por várias vezes já tentei parar, consegui até resistir por alguns dias, porém sempre recaindo de forma violenta a seguir.

    6) O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Satisfação de desejos decorrentes de minha imaturidade juvenil, devido a frustrações por mim vividas em outros tempos, como amores não correspondidos de que jamais me esqueci. Conforme outros viciados já reportaram, não consigo resistir e, quando dou por presença de minha consciência, já estou praticamente há horas alimentando o vício.

    7) O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Prazer, euforia, tristeza por não poder viver tudo aquilo ao vivo e, parafraseando um comentário anterior, um “eco de arrependimento concomitante”, quer parece me dizer: “Pare com isso, você vai se arrepender! É isso o que você quer para sua vida?” De fato, é o que sempre ocorre após o clímax. É sempre muito difícil resistir a iniciar a sessão ou a interrompê-la abruptamente indo no mesmo instante fazer outra coisa, coisa digna.

    8) O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Desespero, angústia, sensação de extrema derrota e, por vezes, desejo suicida.

    9) A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Sim, vi-me obrigado a recorrer a prostitutas em certos momentos, a fim de satisfazer minhas fantasias. Nunca namorei sério, nem tenho vontade. Considero-me ultraliberal no aspecto sentimental, não tendo vontade de me casar e constituir família. Garotas de programa, portanto, ser-me-iam inclusive prática relativamente corriqueira. O problema é que descobri ter predisposição a gastar dinheiro além da conta com as tais, viciando-me novamente. Quanto a promiscuidades, considero-as relativas em termos de assim serem consideradas, opinião que não provém do meu vício. O que pode ser mal para uma garota, na minha opinião, pode não sê-lo para outra.

    10) Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    No momento não tenho parceira afetiva-sexual. Como disse, sou desapegado a compromissos amorosos por natureza, o que não quer, no entanto, dizer que seja uma pessoa insensível. Modéstia à parte, busco decência nesta única vida, inclusive por tal motivo estou aqui. Apenas por curiosidade e apesar de tudo, confesso que andei apaixonado por uma garota, deverei vê-la em breve e talvez algo se dê, entretanto não deve ser nada tão sério.

    11) Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Sempre fui bastante apegado ao tal material, colecionando cada imagem e vídeo como um tesouro profano. Sempre me foi doloroso desfazer-me, quando solicitado, de algo correspondente ao mesmo.
    12) Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Várias vezes, percebendo que nada acrescentaria à minha vida, fazendo somente prejudicá-la, inclusive. Comecei com o vício aos 13, quase 14 anos, tentei parar pela primeira vez pouco tempo depois, alertado da proximidade do vestibular, e promovendo inúmeras tentativas de libertação, todas fracassadas, pelos anos seguintes. Há cerca de sete anos tento parar, para ser mais preciso. Cheguei, ao longo destes anos de vício, passar por situações muito vergonhosas sem que ninguém percebesse, como dormitar e ejacular dentro de um ônibus em presença do meu pai. Também andei sofrendo com frequentes e incômodas ejaculações noturnas, inclusive em casa de outros e nos dolorosos períodos de tentativa de extinção do vício. Também já cheguei a me masturbar em público, na escola, sem que ninguém percebesse tendo discretamente alisado sob o vestido as pernas de uma colega antes de ser batida uma fotografia durante uma confraternização da turma à época da formatura do Ensino Médio e, durante outra, dias depois, apalpado uma outra delas numa brincadeira dentro de uma piscina improvisada. Enfim, episódios deploráveis diversos, prefiro ir direto ao ponto e não ficar a descrevê-los para não sofrer mais, em período no qual andei sofrendo com todos os problemas psicogenitais citados nos muitos fóruns que andei acompanhando, mesmo sem por enquanto nos mesmos tomar parte.

    13) Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Muitas, perdi a conta, realmente não sou capaz de dizer quantas foram. Mais ou menos a partir dos 15 anos, tornei-me realmente determinado a parar; no entanto, imaturo e despreparado para a dura luta contra o vício, recaí inúmeras vezes, reerguendo-me de diferentes maneiras, todavia nenhuma realmente toldada de dignidade: geralmente dava imediata vazão ao famigerado “efeito caçador”, masturbando-me e consumindo pornografia, consumindo pornografia e me masturbando, de maneira feroz, durante ciclos de alguns dias, para a seguir parar por poucos dias, não resistir e iniciar tudo de novo. Nas poucas vezes em que fui um pouco mais denodado, sofri fortes dores de cabeça, desconforto mental e físico em geral, tentando parar de vez. Abatido, mais cedo ou mais tarde eis que acabava novamente cedendo edaz ao vício. Somente aos 21 anos, após muita determinação e pesquisa sobre o assunto, sofrendo inclusive para encontrar informações sobre o problema e que depois se mostraram valiosíssimas à minha pessoa, iniciei verdadeiro e amadurecido plano de erradicação da pornografia de minha vida, não sem violentas recaídas ao longo dos últimos meses, entretanto consistente como nenhum anterior.

    14) Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Somente um colega de trabalho, ex-viciado em drogas e que gosta de conversar comigo. Nunca tive coragem de contar sobre o vício à minha família. Fui um adolescente rebelde e prefiro nem imaginar a reação deles.

    15) Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Se já era um sujeito antissocial por natureza (sempre o fora, até por opção), acabei perdendo, perceberia depois, oportunidades diversas de convívio que seriam muito auspiciosas a meu desenvolvimento pessoal e profissional. Além daquilo que já chamei de problemas psicogenitais, experimentados pelos viciados e cuja descrição mais detalhada creio ser desnecessária (flat line, desânimo, pensamentos maldosos, etc.), por meu comportamento imaturo (resultado do vício) perdi oportunidades de emprego, não buscava aperfeiçoamento pessoal e profissional, tornei-me mais fechado do que sempre fora (em circunstância deveras anormal), na escola e depois na faculdade (em que só entrei por dar a sorte de haver um curso com 1,7 candidato por vaga na cidade onde moro) vi meu rendimento escolar, outrora razoável, decair de maneira que quase não me formei, não tinha interesse em me dedicar aos estudos, tinha preguiça de tudo, pensava em coisas más, vãs e perigosas (melhor não descrever, sigamos direto ao caso), sobretudo na tão complicada e marcante fase da adolescência não tive namoradas como meus contemporâneos, não vivi experiências juvenis por que quase todos passam e que certamente ser-me-iam inesquecíveis, beijaria e perderia a virgindade somente muito tempo depois, não tive a chance de ir a festas, quando era convidado meus pais me prendiam em casa certamente desconfiando de quem eu era (fui a um ou outro churrasco de baixo nível, parece que me chamaram por saber que não seriam grandes coisas, e até hoje tenho trauma em nunca ter ido a uma festa de 15 anos), era hostilizado por todos e sequer sabia como e/ou me dispunha a reagir, acorrentado pelos malditos elos do vício em pornografia. Houve uma época, no Ensino Médio, em que fantasiava de forma doentia com as garotas da escola, sobretudo as mais belas da minha classe, pelo que me lembro todas então namorando. Era um bizarro prazer a sós. Não tinha coragem nem maturidade para me declarar dignamente a nenhuma delas se percebesse condições, nem que fosse para alguma “ficada”. Àquela célebre época das “festinhas” vivi meu maior claustro. Imagem marcante foi a dos convites, na classe, passando por todos e nunca chegando à minha carteira. Quando as meninas estavam celebrando seus 15 anos (várias, de melhor condição financeira, o fizeram no meu grupo de convívio), ficar de fora das festas foi algo que, como já disse, me repercute até hoje, tendo eu chegado até mesmo a passar mal tempos depois vendo imagens de eventos do gênero. Por triste curiosidade, num princípio de regeneração, há um tempo, cheguei a promover discreto e inusitado culto ao que seria a imagem mental de uma garota em traje de debutante, orando a ela em arrepios, desejando ardentemente que meus olhos um dia enxergassem em carne e osso uma imagem daquela nem que fosse por acaso (passando em frente a um salão de festas numa noite de sábado, por exemplo) e pedindo-lhe, por sua beleza e doçura, inspiração para o cotidiano, como se orando a uma santa-princesa de cintilante vestuário de cetim magenta, a linda imagem de garota que passei pela juventude sem, como desejava tanto, ver ao vivo (outro dia, no trabalho, passou por mim um veículo, à noite, trazendo ao banco do passageiro o que se parecia muito com uma tal entidade festiva urbana, de maneira que meu coração disparou em batidas, porém nada posso confirmar, e nem interessa aqui). A seguir, no entanto, percebi o perigo da situação ao me pegar fantasiando horrores com a mesma criatura, uma das muitas bisonhas fantasias que alimentei. Hoje juro que se um dia tiver uma filha (o que acho deveras improvável), esforçar-me-ei a meu máximo para, quando ela fizer 15 anos, dar a ela uma linda festa de debutante.

    16) Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Estou resistindo o quanto posso, ferrenhamente, a acessar sites de conteúdo sugestivo, a gastar dinheiro com supérfluos (tenho projetos financeiros para o futuro), a olhar para imagens comprometedoras a fim de não prejudicar meu reboot, ignoro qualquer insinuação nos ambientes que frequento, tento pensar em outras coisas, tocar de peito aberto meus projetos pessoais a respeito dos quais não entrarei em detalhes, sair de casa quando posso para andar e exercitar meu corpo, nos momentos de folga além de sair de casa e andar planejar coisas novas e saudáveis, executar hobbies como ouvir música e ler materiais literários de qualidade, entre outros, enfim, buscar meios de ser feliz e prosperar como pessoa sem depender de tão ignóbil vício.

    17) Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Hoje (11/09/2014) estou há 24 dias sem acessar pornografia nem me masturbar (reboot iniciado à 18/08, tendo eu recaído pela última vez um dia antes), havendo tido um sonho erótico e ejaculado neste período (dia 30/08), o que, segundo os especialistas, não conta para a recuperação, não havendo, portanto, necessidade de reiniciar a contagem. Como tenho, consoante já citado, certo interesse por uma garota que mora em outra cidade e onde deverei passar férias em fevereiro, planejo guardar minha potência fisiológica para ela, sei que é algo que me fará muito bem para evoluir como pessoa. Assim, estabeleci uma meta de 180 dias, maior até do que as em que vejo muitos se dispondo a lançamento, sem masturbação, pornografia e/ou orgasmo, isto é, até quando eu devo chegar ao local, o sábado de carnaval próximo, 14/02. Após isto, só as circunstâncias de momento dirão como controlarei a desgraça.

    18) O que faz para controlar seus impulsos?
    Resisto bravamente, corro atrás de atividades importantes e prazerosas a serem por mim realizadas, tento esquecer com muita força de vontade o que quer que se relacione ao vício, buscando coisas que realmente valham a pena. Quando não estou no trabalho (em que lido com o público, inclusive) vou estudar qualquer coisa, ler, ver algo interessante na TV, ouvir música, rádio, sair para andar, tomar um banho frio, fazer faxina na casa, enfim, algo que me ocupe a mente e me faça pensar apenas em tópicos valorosos.

    19) Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Para mim, estar sob controle é poder tocar suas atividades diárias e necessárias sem se ver automaticamente bombardeado à mente por imagens vulgares, por imundas e tolas fantasias bidimensionais, de forma que se possa render naquilo que se deve realmente fazer e evoluir como pessoa.

    20) O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    A pornografia, para mim o maior vício dos presentes tempos, se não o maior vício de todos os tempos de acordo com o que andei lendo sobre, é um supérfluo que somente deve ser utilizado em circunstâncias muitíssimo especiais, rigidamente controladas, como um casal que quer inovar em suas relações cotidianas, por exemplo. Ocorre que seu uso deliberado subverte os padrões de comportamento das sociedades e não há dúvidas de que leva a efeitos desastrosos, como neurose e suicídio de viciados e aumento nos índices de crimes sexuais e de problemas como gravidez na adolescência e proliferação de DSTs, devido à facilidade com que por qualquer um pode ser obtida atualmente. Para mim, representou de fato a perda de quase um terço da minha vida, e a destruição de desejos que jamais poderão se realizar. Como dizem, hoje corro atrás do prejuízo para ver se me recoloco em condições necessárias à luta em um mundo tão competitivo.

  40. 1- Idade e sexo.
    44, masculino

    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    Quase 20 anos.

    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    de casa e, antes do trabalho. em casa sim

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    sim.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    entre uma e duas horas. desde que começo a assistir até ejacular.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    O desejo e o fato de estar sozinho em casa.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Que gostaria de ter as experiências que vejo nas cenas.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Tristeza. Solidão. Angustia.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Sim.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Sim. Sou casado. Já trai.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Não sei. Antes comprava nas bancas de revista e depois que usava jogava fora. Hoje com a internet está sempre a disposição, nesse sentido não há apego. Mas, me sinto muito vuneral diante de material pornográfico.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Sim, muitas vezes. O desejo de ser livre. Pois me sinto subjugado ao vicio.

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Sempre. Antes eu tinha folga uma vez por semana e era o dia da pornografia, depois as coisas foram invertendo-se, atualmente, consumo talvez 5 vezes por semana, durante duas horas… Já fiquei “limpo” talvez um mês… não mais.

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Sim, a esposa e dois ou três amigos. Quando íamos nos casar decidi contar-lhe a verdade.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Além da traição a minha esposa e perder emprego também por causa disso, a dependência. tenho medo do futuro. Tenho uma filha.

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Sou religioso. Creio que Deus pode me ajudar com isso. E grupos de apoio. Trocas de experiências.

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Sim. parece um contrassenso isto, mas se eu tiver um compromisso eu foco e dou conta.

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Não posso ficar sozinho com um computar perto de mim. Controlo com a presença das pessoas.

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Acho que ter a liberdade de escolher se quer ou não fazer qualquer coisa é uma das maiores felicidades que alguém possa usufruir.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    muita ruina, e algo detestável, do qual quero me livrar o mais rápido possivel

  41. Olá, Esperançoso!

    BADPorn agradece! Experimente participar do fórum para compartilhar ideias com outras pessoas que passam por situações parecidas. Experimente fazer tratamento psicológico. Rezar ajuda, mas a terapia é sempre fundamental como ferramenta para lidar com o vício.

    Continue firme, você conseguirá!

  42. 1- Idade e sexo.
    18, Masculino
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    5 Anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    Geralmente na Casa de meu Irmão, aonde tem internet, mas também eu baixo pelo Smartphone usando a internet da operadora, sempre em casa.
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    Não, a maioria das vezes eu me masturbo apenas utilizando a minha imaginação, mas toda vez que vejo pornografia eu preciso me masturbar, se não eu fico louco.
    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    Depende, na maioria das vezes eu não tenho como utilizar a internet, daí quase não vejo, mas se eu tiver acesso, passo em média uma hora por dia, mas venho diminuindo.
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Apenas me dá uma vontade muito intensa, mas na maioria das vezes quando meus pais brigam muito ou até mesmo quando o meu irmão mais velho briga com sua esposa, quando eu estou muito frustrado, etc.
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Não muita coisa, apenas tento aproveitar o vídeo para sentir prazer, mas também não gosto de ver vídeos aonde as mulheres são mal-tratadas, odeio sexo oral e anal por conta disso.
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Muita solidão, como se faltasse uma pessoa, uma pessoa que me daria muito amor e afeto, também sinto raiva, desanimo e até já senti nojo de min, fora as vezes que eu comecei a chorar depois de ver um vídeo.
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Não, por que eu na verdade ainda não iniciei a minha vida sexual.
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Não e não. eu tenho medo de arranjar uma namorada, pelo medo de eu contar isso para ela e ela não entender e me larvar, que para min isso seria muito doloroso
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Se apegado significar eu ter uma coleção pornográfica e eu não querer me desfazer dela, não. na verdade o meu problema maior é com masturbação, mesmo sem pornografia eu me masturbo muito, no minimo uma vez por dia.
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Já, fiquei até um mês sem ver, melhorei minha alto estima.
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Já, o mesmos motivos da pergunta 6, sim.
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Não, não confio em ninguém, se eu falasse para a minha mãe, ela ia tentar botar na minha cabeça que isso não existe, ou seja, ela ia tentar ignorar o problema como ele não existisse, pois já experiencias parecidas com ela e ela fez isso, meu pai nunca deu bola para min e contar isso pode só deixa-lo com raiva, o meu irmão não sabe lidar bem com isso, ele ficaria sem saber o que fazer, e não ia me ajudar em nada, talvez até atrapalhar, minha cunhada parece não confiar em min, sempre desconfiando de min, minha irmã faria o mesmo que minha mãe e os meus amigos não são tão íntimos para eu contar-lhes algo assim.
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Depois de uns três anos de vício caiu a ficha( os dois primeiros anos apenas me masturbava, daí eu comecei a ver pornografia) enquanto eu lia uma reportagem sobre o assunto, fiquei muito deprimido, não tinha vontade de fazer aquilo que mais gostava, até comecei a pensar em suicídio, sempre fui distante com as pessoas, não conversa nada íntimo com ninguém, me isolava delas.
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Fazer faculdade de engenharia civil, fiz pela segunda vez o vestibular, mas no dia-a-dia tenho ler, estudar muito para o vestibular, quero aprender a tocar contra-baixo, etc.
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Depende como estou de espírito, na verdade eu escrevo essas palavras após uma forte recaída, quatro vídeos com masturbação em menos de 24 horas.
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Tento fazer exercícios, ler, estudar, escutar muito rock pesado,mas na maioria vez nada e eu me masturbo.
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Quando eu conseguir me controlar totalmente, com nem um pouco de vontade.
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Uma mártir de perversão.

  43. A Pesquisa

    1- Idade e sexo.
    15, masculino
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    8 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    em casa ,sim
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    sim

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    uma 1 hora ,entre 4 a 5 horas
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô
    quando estou sozinho e muito difícil resistir a tentação da pornografia
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    pessoas lugares que mim leva ao pecado
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    um enorme arrependimento medo insegurança e tristeza por ofender a deus
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    não
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    não
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    sim
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    sim ,oque levou a tentar parar foi o respeito e o temor a deus
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    sim ,e não
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    não , não tenho coragem de falar
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    trouxe um mal na minha vida
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    um tratamento em grupo ,dedicar -se mais a deus é não ficar com a mente vazia .
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    sim ,infelizmente ate uns 3 á 4 dias
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    eu tento mais mim perco na tentação da pornografia
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    fico relaxado tranquilo uma sensação de alivio e assim que eu mim sinto quando estou sob controle
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    em alguns momentos representa um amiga do mal que mim destrói aos poucos ,ela representa prazer que infelizmente destrói minha vida …….

    BADPorn agradece e te deseja uma grande vitória!

  44. A Pesquisa
    douglas
    1- Idade e sexo.
    15, masculino
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    8 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    em casa ,sim
    4- Masturba-se somente com pornografia?
    sim

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    uma 1 hora ,entre 4 a 5 horas
    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô
    quando estou sozinho e muito difícil resistir a tentação da pornografia
    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    pessoas lugares que mim leva ao pecado
    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    um enorme arrependimento medo insegurança e tristeza por ofender a deus
    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    não
    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    não
    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    sim
    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    sim ,oque levou a tentar parar foi o respeito e o temor a deus
    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    sim ,e não
    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    não , não tenho coragem de falar
    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    trouxe um mal na minha vida
    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    um tratamento em grupo ,dedicar -se mais a deus é não ficar com a mente vazia .
    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    sim ,infelizmente ate uns 3 á 4 dias
    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    eu tento mais mim perco na tentação da pornografia
    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    fico relaxado tranquilo uma sensação de alivio e assim que eu mim sinto quando estou sob controle
    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    em alguns momentos representa um amiga do mal que mim destrói aos poucos ,ela representa prazer que infelizmente destrói minha vida …….

    BADPorn agradece e te deseja uma grande vitória!

  45. 1 – 39, masculino
    2 – 30
    3 – precisa necessariamente ser de um local onde possa me masturbar
    4 – não
    5 – se a ocasião permite, viro noites assistindo. Alterno períodos de abstinência e recaídas. Nos períodos de recaídas posso gastar de 10 a 15 horas por semana
    6 – o simples desejo de ver material pornográfico e me masturbar, momentos de stress
    7 – fico completamente absorto e não desejo que o momento acabe
    8 – culpa, vergonha, raiva e vontade de ver mais
    9 – sou casado mas não traio minha mulher, mas me pego acessando sites de prostituição e fantasiando e diminuí o interesse sexual por minha esposa.
    10 – sou casado e ainda não traí, mas tenho medo que a pornografia acabe me instigando o desejo.
    11 – desfaço-me com certa facilidade, mas o acesso é extremamente facilitado hoje em dia que é muito fácil recuperá-lo
    12 – várias vezes mesmo antes de ser casado. Tive diversos problemas por causa disso e sempre quis parar
    13 – acabei de ter uma este mês. Estava havia dois meses sem fazer uso. Lembranças me levam a acessar material pornográfico, facilidade de acesso me tenta, frustrações pessoais também disparam o desejo e levam à recaída.
    14 – ninguém. Morro de vergonha.
    15 – perda de emprego, vida dupla, sentimentos de inutilidade
    16 – sou filho de pai alcoólatra, sei que o primeiro passo é admitir que se tem um problema e que sozinho é muito difícil controlar um vício. Ainda bem que achei este site. Pretendo procurar um tratamento mas não faço idéia nem de qual profissional procurar.
    17 – máximo de 4 meses sem uso.
    18 – tento não pensar no assunto
    19 – paz, tranquilidade, liberdade, respeito próprio
    20 – representa um vício, uma doença a ser controlada

  46. Tiago… Talvez você esteja dando muita importância ao problema, enfatizando a culpa, vendo tudo como algo desprezível… Tenha calma, o problema não é tão digno de definições como essa! Procure ajuda de um psicólogo e abra seu coração com ele!

    Boa sorte!

  47. 1- Idade e sexo.
    36 / Masc
    2- Tempo estimado de vício durante a vida.
    21 anos
    3- De onde acessa pornografia? Masturba-se nesse local?
    De casa, meu quarto. Sim

    4- Masturba-se somente com pornografia?
    99% das vezes.

    5- Qual é o seu tempo aproximado de uma sessão de masturbação com visualização
    de pornografia? Quanto tempo isso soma no final de uma semana?
    6 horas por dia. Quando nao tenho compromisso pro fim de semana, chego me masturbar das 10 da manhã até as 2 da madrugada. Dá umas 58 horas na semana.

    6- O que te leva a iniciar uma sessão pornô?
    Desejo intenso.

    7- O que passa pela sua cabeça durante uma sessão pornô?
    Vontade de possuir todas as mulheres. Queria que todas fossem putas.

    8- O que sente depois de uma sessão pornográfica?
    Canseira. E vontade de me controlar.

    9- A pornografia te inspirou a ser infiel, buscar prostituição, tratamento pouco afável das parcerias, entre outros tipos de mudanças negativas na conduta sexual?
    Ja pensei. Mas nao concretizei nada.

    10- Tem parceria afetiva-sexual (namoro, casamento etc)? Trai?
    Sou divorciado. Mas tenho namorada.

    11- Considera-se apegado ao material pornográfico?
    Muito. Tenho 3 HD de pornografia e um blog onde salvo todas as fotos eróticas que eu gosto.

    12- Já tentou parar? O que te levou a isso?
    Já. Mas sinceramente nao muito ainda

    13- Já teve recaídas? Por quê? Reergueu-se delas?
    Ja

    14- Alguém mais sabe do seu vício? Por quê?
    Só amigas virtuais.

    15- Que malefícios esse vício trouxe para você?
    Me falta tempo

    16- Quais são os seus planos para combater a dependência?
    Ainda nao sei. Mas preciso

    17- Consegue se controlar? Há quanto tempo?
    Dois dias é um recorde

    18- O que faz para controlar seus impulsos?
    Nada ainda

    19- Como se sente ou como espera que seja estar sob controle?
    Espero ter mais tempo livre.

    20- O que representa a pornografia para você, e o que ela deve representar hoje?
    Um vicio. Uma necessidade. Algo que me da mto prazer.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s